potência rms e pmpo

Como medir a potência de um amplificador

Para medir a potência da saída de um módulo amplificador com um multimetro, a principo, precisa-se entender o que é potência RMS e PMPO. É comum os fabricantes especificarem a potência de um amplificador em PMPO, especialmente em módulos automotivos, somente com o intuito de impressionar o cliente. Uma vez que o mesmo associa o alto valor descrito com a potência, fica suscetível a adquirir o equipamento. Em outras palavras, trata-se, nada mais, nada menos do que Marketing.

Como medir a Potência RMS e Potência PMPO

Contudo, não existe um critério padrão para este tipo de medida, sendo critérios obscuros adotado pelo próprio fabricante. Ou seja, um amplificador de 1000W (PMPO) pode ser equivalente a um outro de 200W (RMS), 100W (RMS) ou até 10W (RMS), se esses amplificadores passarem pelo mesmo procedimento de medida deste fabricante.

Isto quer dizer que o amplificador, de fato, não tem 1000W (PMPO) de potência constante, isto é, enquanto o aparelho estiver ligado. Este amplificador somente apresenta este valor de 1000W (PMPO) em um pico de tensão (batida), em uma fração de segundo. Logo, ele é vendendo assim, apenas para impressionar o cliente.

Em suma, o valor PMPO, pode até ser real, uma vez que não fosse, seria propaganda enganosa, entretanto, apenas em momentos muitos específicos e em frações de segundo. Portanto, a potência real de um amplificador não pode ser medida em PMPO, em razão de não existe uma forma correta e padrão de medir para todos amplificadores fabricados.

VALOR RMS

Em contrapartida, o valor RMS tem um padrão de medida internacional, com conceito e formulas definidos, prontos para serem aplicados a qualquer fonte de tensão alternada. Para entender melhor como o valor RMS é obtido, iremos recapitular as aulas de elétrica básica:

Como medir rms de um alto-falante com multímetro

Tomaremos a forma de onda da rede elétrica como exemplo, uma vez que a mesma é constante. Sendo a forma de onda da rede elétrica uma onda senoide, isto é, em função de seno ( f(t) = A*sen(ωt + Θ) ),

o valor máximo que a mesma pode atingir é quando o ângulo está em 90º, do semiciclo positivo (de 0º a 180º), o chamado valor de pico. Já para o semiciclo negativo (de 180º a 360º), aquele contato a partir da inversão dos polos, o ponto máximo que a onda pode atingir é quando estiver em 270º, também chamando de valor de pico (porém invertido).

tensão de pico PMPO x tensão média RMS

Todavia, a carga – o alto-falante propriamente dito, recebe o ciclo total de energia, isto é, de 0º a 360º. Logo, a carga recebe valores de tensão variados a cada instante (a medida que os ângulos irão aumentando e diminuindo conforme a frequência), sendo impossível medir o mesmo. Logo, subentende-se o porquê o valor PMPO, no qual seria o maior valor de pico-a-pico a ser atingido, é impossível de ser medido pelas seguintes razões:

  1. Pela sua súbita aparição.
  2. Pela inconstância do sinal de áudio – (frequência e amplitude). Músicas com mais batidas de graves, tente a ter mais picos de tensão. Ou seja, o valor PMPO depende da música também.

forma de onda sinal de áudio

Conclusão

Em conclusão, o valor RMS é um valor realmente efetivamente consumido pelo alto-falante, visto que é uma relação com o valor máximo atingido (pico-a-pico) com os demais valores.  Consequentemente, é a própria potência eficaz fornecida na saída do módulo amplificador.

Como medir a potência de um amplificador com multímetro

Para medir a potência RMS de um amplificador, primeiramente, injete um sinal constante com o injetor de sinais na entrada (Input) do módulo, dado que, o seu valor será o mesmo no decorrer do tempo. Com isto, eliminados as duas variares que impedem do valor PMPO de ser preciso. Em seguida, liga na saída do amplificador, um resistor (de fio) de potência como carga, porque um alto-falante, por ser tratar de um indutor, antes de tudo, e com isso, variar a sua impedância de acordo com a frequência aplicava, fornecendo um valor variável. Por fim, faça a medição da tensão em cima do resistor com um multímetro na escada de tensão alternada.

medir potência rms amplificador multímetro

Procedimento

  • Ligue na saída do amplificador um resistor de fio de 4Ω ou 8Ω (conforme a impedância que deseja ter na especificação). Caso não encontre o valor de Ohms desejado, é possível realizar uma associação de resistores para obter o valor necessário.

Veja: Como calcular impedância de alto-falante

Observação: A potência do resistor deve ser de pelo menos 50W ou maior que a esperada para o amplificador em termos RMS.

  • Injete na entrada do amplificador, um sinal de 400Hz ou 1KHz e abra todo o volume.
  • Usando um voltímetro ou multímetro na escala de tensão alternada, meça a tensão no resistor.

Uma vez que “V” é a tensão medida e “R” a resistência do resistor usando na saída, a potência RMS será dada por:

P = V² / R

Exemplo:

Medindo 10V sobre 4Ω,

P = (10 x 10) / 4Ω

P = 25W rms

Para obter o valor de pico, multiplicamos o valor RMS por 1,4 e para o valor pico a pico por 2,8. Em resumo, o valor PMPO será aproximadamente 4 vezes o valor RMS.

Exemplo

P = 50W RMS x 2,8 = 140W “PMPO”.

Siga-nos no Youtube

Post Author: Dias, Wesley S.

Meu nome é Wesley Soares, sou técnico em Eletrônica formado pela Escola Técnica do Arsenal de Marinha. Sou apaixonado por eletrônica e um amante de amplificadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.